Welcome friends from all over the world!
Eu que não quero ficar sentado no trono de um apartamento com a boca escancarada cheia de dentes esperando a morte chegar...

Uma vida rapida

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Ao passar os olhos nos evangelhos a maioria das pessoas tem a impressão de que Jesus cumpriu sua missão não em 3 anos(ou levou 33 anos), mas sim em 3 dias, talvez isso seja reflexo dos dias que vivemos, onde tudo é mais rápido e pratico, com isso a vida de Jesus virou um fastfood, como se em um piscar de olhos Jesus curasse cegos e aleijados, Expulsasse demônios, ressuscitasse mortos e morresse na cruz, uma coisa atrás da outra sem pausas, dessa forma vai esgotando Jesus de ser uma pessoa, ele não tem almoço, e nem dorme, como se ele não pudesse mais ser humano e sim um super robô que produz bênçãos em massa. A maioria dominada pelo forte impulso capitalista, que gera as correrias, esquece que 3 anos são 1095 dias, e que em três anos Jesus dormiu, foi ao banheiro, jogou uma pelada, contou piadas, foi em festa, riu, chorou, amou, ironizou, ouviu conselhos sobre um bom chá para o estomago, escutou opiniões, viu gente nova, se envolveu com pecadores, gostava de um bom sábado, e gostava de quebrar o barraco dentro do templo, por fim, Jesus durante sua vida foi um homem e viveu como um.



A tendência da maioria dos cristãos é deixar Jesus vestindo roupas de Elvis, e falando com voz de Cidi Moreira, sem que ele ao menos possa respirar e muito menos olhar com humildade para uma pessoa, o Jesus criado por muitos cristãos é um Jesus super fantástico, que tem um olhar destruidor e extremamente julgador de todos, a tendência e moda cristã atual é acreditar que Jesus pertence a direita e que ele é contra o mundo que esta a esquerda, transformando Jesus em um partidário e os que dizem seguir a cristo em melhores e os únicos eleitos, fazendo assim distinção entre pessoas, sendo que a única coisa que tirava Jesus dos nervos eram os religiosos, os que diziam que Jesus era amigo dos pecadores.O Jesus acreditado de hoje em dia é o Jesus fast food, é rápido, da a benção, engorda, tem um sabor delicioso e quem paga adquire, já o Jesus dos evangelhos é apresentado como simples, amigo e de graça.



A grande comedia é que eles vêem em Jesus um conjunto de milagres e ritos, sem perceber e dar valor a imensa vida simples e honesta de cristo, só conseguem ver as pulsões prosperas de seus corações, trocando o aliviar do fardo, por gordura nas veias, usufruem de uma droga, um mérito e não de uma graça e um descansar para a alma.

1 comment

fui cristão por muito tempo,estou afastado da igreja,mas ainda sinto a presença de Deus.

aguardo sua visita
http://universovonserran.blogspot.com/

quem seguir e comentar devolvo a gentileza

19 de setembro de 2010 18:30